segunda-feira, 17 de maio de 2010

Curtas de segunda

As más notícias chegam com a segunda, como se a própria (dizem) não fosse ruim o suficiente (eu pessoalmente não tenho nada contra segundasfeiras).

A primeira, que se sabe desde sexta, é o retorno da anacrônica "A Voz do Brasil", ao horário obrigatório das 19h, em TODAS as rádios do país - fruto da revogação, pelo STF, de uma liminar que favorecia a Associação Gaúcha de Rádio e Televisão (AGERT).

Será possível que um instrumento dos tempos da ditadura varguista ainda tenha tamanha sobrevida em horário nobre do rádio? Foi criada em 1935 para que as idéias do "führer" tupiniquim pudessem ser, livre e obrigatoriamente (paradoxo total), difundida nos racantos mais recônditos do Brasil.

Mas isso era de um tempo em que não havia tevê - muito menos a cabo! Não havia computador, muito menos internet. O país evoluiu mas, ao que parece, a cabeça dos ministros da Corte Máxima, não.

Lamentável!

***

A outra nota a se lamentar foi a morte do roqueiro Ronnie James Dio, metaleiro que emprestou sua voz ao Black Sabbath, após a saída do lendário Ozzy Osborne, bem como ao Rainbow, do guitarrista Richie Blackmore (ex-Deep Purple). Recentemente, organizava uma turnê com a banda Heaven and Hell, composta por ele, Tommi Iommi - o fantástico guitarrista do Sabbath, bem como Geeze Butler, baixista da mesma banda.

A turnê teria sido cancelada ainda no final do ano passado, devido ao agravamento do estado de saúde de Dio, agora vitimado pelo câncer no estômago.

O rock, o verdadeiro rock, está de luto!

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog