quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Rapidinhas

O calor chegou às ganhas. Tanto se reclamou do frio no inverno: taí, o verão que infernizará vidas!

Bom para a indústria dos "splits" e coisas do gênero, que venderão bem. Aliás, tenho que comprar um! Dormir tem sido uma tarefa hercúlea!

Passei hoje na Feira do Livro, olhei vários baús de saldos. Minha intenção era achar livros de contos e publicações da Brasiliense ("Cantadas Literárias"), mas não tive muito sucesso. Acabei comprando dois Sabinos: "A Falta que Ela me Faz" e "A Mulher do Vizinho", ambos crônicas, o primeiro publicado em 1980 e o segundo nos anos 1960. Sempre boa e leve leitura!

Escrevo isto assistindo a Grêmio x São Paulo. Jogo terrível! Melhor é continuar escrevendo essas pequenas notas!

Quando não se está inspirado, é isso: já falei do tempo, da Feira, de futebol, e meio que acabou o assunto.

Cronistas diários têm que ter uma fórmula, senão o texto não sai. Ficar dependendo exclusivamente da inspiração é pedir pra morrer! Literariamente, ao menos!

Por enquanto vamos vivendo assim, aos poucos. Quem sabe daqui a pouco as coisas não estão mais dinâmicas?

Um comentário:

** L. ** disse...

Acho que quem escreve crônicas para jornais, revistas e afins não se baseia só na sua vida, aliás acho que é principalmente na observação da vida alheia, do cotidiano...Aí tem assunto para mais de metro. Mas inspiração para colocar tudo bonitinho no papel (opa: Word), isso aí , realmente, já é bem mais difícil...

Pesquisar este blog