terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Planos para derrotar a Mônica

Vinha pensando em nada esses dias e cheguei à conclusão que o Cebolinha é um grande injustiçado, acusado de elaborar planos para derrotar a Mônica!

Para quem leu as historinhas de antigamente - anos 1970 e 1980, principalmente, porque depois a turminha caiu muito em qualidade e não foi só porque cresci - Cebolinha convencia Cascão de participar de seus planos infalíveis para derrotar a Mônica, planos esses que sempre iam água abaixo por culpa do Cascão.

Só que estava eu pensando naquele nada anunciado no primeiro parágrafo que os ditos planos infalíveis não eram para derrotar a dentuça de força descomunal: o piá só queria parar de apanhar!

Todos os planos engedrados por Cebolinha tinham por único fim fazer a Mônica prometer que não ia mais bater nos meninos!! Apenas isso, uma singela engenharia de ideias para parar de ser saco de pancada!

Hoje em dia, movido pelas novas tendências dos jovens que são totalmente diferente daqueles nos anos 1970 e 1980, Maurício de Sousa promove uma nova revista, que é a da turma da Mõnica adolescente (ou "teen", como preferem chamar). A linguagem dos quadrinhos é outra, no estilo mangá! Fala-se a língua dos adolescentes de hoje - Mônica chama o amiguinho de infãncia de "Ce", uma tendência nessa geração com preguiça de falar!

O interessante é que os quadrinhos antigos primavam por um português corretíssimo: eram crianças de sei lá que idade (mas notem que, salvo os maiores como Franjinha e Zé Luís, os demais não iam à escola) falando corretamente e com a lógica de pensamento adulto! O traço do desenho era mais limpo, as histórias eram, apesar da linguagem, histórias de crianças que brincam, correm, jogam bola e mesmo brigam entre elas!

O tempo passou para eles, também!

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog